Tag: internauta

Bebês caem na gargalhada e fazem sucesso na internet

Acesse:http://www.techmestre.com/bebes-caem-na-gargalhada-e-fazem-sucesso-na-internet.html

Imagem para Bebês caem na gargalhada e fazem sucesso na internet

 Vídeo foi publicado há seis dias e já passou marca de meio milhão de visualizações.

Dois bebês (Julianna e Emilia) foram flagrados “conversando” e trocando carinhos. Os pais das crianças não perderam tempo e logo colocaram o vídeo na internet.

A gravação foi postada no YouTube na última quarta-feira (12) e já passou a marca de 500 mil visualizações. Nela os bebês caem na gargalhada, chamando a atenção dos internautas. Confira:
Curiosidades na internet

Empresas de todos os tamanhos buscam visibilidade no Facebook

Acesse:http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/noticias/empresas-de-todos-os-tamanhos-buscam-visibilidade-no-facebook-20121004.html?question=0

Marcas são atraídas pelo mais 1 bilhão de usuários da rede

facebookGetty Images

Empresas querem fisgar a atenção dos clientes nas redes sociais

O sucesso das redes sociais no Brasil criou uma situação diferente para anunciantes e consumidores em um mesmo ambiente: a comunicação direta no Facebook está gerando usuários mais críticos e engajados do que nunca.

Com tanta proximidade, é preciso tomar muito cuidado para não publicar conteúdo ofensivo aos internautas. Melissa Giorgetti, gerente de conteúdo da Leo Burnett, explica que é preciso ter “jogo de cintura”, além de bastante gentileza e sinceridade.

— Ações ou campanhas disfarçadas de conteúdo despretensioso, publieditoriais [publicações com conteúdo comercial] disfarçados de posts em blog e qualquer movimento que tente “manipular” o consumidor ocasionam grande repercussão negativa para a marca nas redes sociais.

A agência é responsável pela maior página de eletrônicos do Brasil no Facebook, a Samsung, dentre outras marcas bastante conhecidas dentro e fora da rede. A gerente de conteúdo avisa: as empresas precisam ter objetivos claros antes de mergulhar nas redes.

— Marcas que querem estar nas redes sociais só por estar, ou porque o concorrente está, têm muitas chances de se tornar um #fail.

Ao lado dos “peixes grandes”

Não são apenas as grandes marcas que estão atrás de curtidas e compartilhamentos no Facebook. Prestadores de serviço e indústrias usam a rede para aproximar o relacionamento com as fanpages de possíveis clientes.

Fundada em 1880, a Starrett entrou no Facebook para se conectar com um tipo bastante específico de visitante: estudantes de Engenharia e cursos relacionados e profissionais de manutenção. A empresa fabrica ferramentas de corte e precisão, como lâminas de serra, acessórios para ferramentas manuais e equipamentos de medição óptica.

O analista de mídias sociais Paulo Faiock é um dos responsáveis por cativar o público da Starrett nas redes sociais. Faiock explica que é preciso muito estudo para atingir um público tão segmentado:

— É um desafio constante. Precisamos pesquisar o que o seu público quer e, assim, ver se conseguimos um pouco da atenção dele no meio de tantas opções na timeline. Por isso é preciso reunir elementos para fisgar a atenção do internauta, para que ele vá além do óbvio.

Há mais de 20 anos no segmento de confecção de camisetas e brindes promocionais, a ArtCor Brasil já realizou campanhas de grandes marcas (Pernambucanas, Natura e WWF). Em 2011, a empresa resolveu investir pesado na divulgação online.

Além do Facebook, a fabricante de camisetas e brindes também alimenta com diariamente uma página no Google+, um perfil no Twitter e um blog corporativo.

Responsável pela comunicação da ArtCor Brasil, Edivaldo Pedro afirma que usar os canais sociais aproxima a marca de possíveis clientes.

— As pessoas estão atrás de conteúdo relevante na rede e isso é de grande preocupação para nós. Trabalhamos divulgando conteúdo relativo a produtos da empresa e tudo que acreditamos ser de interesse do público.

Curiosidades na internet

%d blogueiros gostam disto: