Agora a Nasa vem: com Fusca Duas Caras, para a frente é que se anda

Para a frente é que se anda, diz o velho ditado. Esse é exatamente o conceito de um Volkswagen Fusca transformado, que traz duas dianteiras e quatro portas e pertence a um colecionador anônimo de Balneário Camboriú (SC).

Construído em uma oficina de Poços de Caldas (MG), o Fusca Duas Caras intriga motoristas e é mais um exemplo da criatividade sem limites dos brasileiros, que merece ser estudada por cientistas da Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos.

Agora a Nasa vem: com Fusca Duas Caras, para a frente é que se anda