O que esperar para o varejo alimentar em 2022 e nos próximos anos

Por Roberto Tamaso e Bruno Furtado* O ano de 2021 testou a resiliência de muitos setores da economia. A redução do poder de compra do consumidor, causada principalmente pela queda na renda do brasileiro (-5,8%) e aceleração da inflação (10,1%), puxou o varejo alimentar para uma queda de 2,4% em vendas (descontada a inflação). Este…

O que esperar para o varejo alimentar em 2022 e nos próximos anos