Brasil terá dois novos centros de pesquisa

Acesse:http://www.baboo.com.br/ciencia-e-espaco/brasil-tera-dois-novos-centros-de-pesquisa-2/

O Brasil vai ter dois novos centros de pesquisa em data ainda não definida. A notícia foi dada nesta quinta-feira (12) pela Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, durante encontro com o Presidente da França, François Hollande, na cidade de Brasília – DF. As futuras instalações fazem parte de um acordo firmado entre os dois países, como informou a Agência Brasil.

Brasil terá dois novos centros de pesquisa

Novos centros de pesquisa do Brasil serão raros, segundo Dilma

As duas novas bases ficarão no Estado do Rio de Janeiro. Uma na capital e outra em Petrópolis, município com cerca de 300 mil habitantes localizado a pouco mais de 60 km do Rio de Janeiro – RJ. Além disso, a parceria visa a compra de um supercomputador dos franceses, para dar apoio às pesquisas nacionais.

“Atualmente, apenas dez países detêm capacidade instalada nesse campo”, salientou a presidente brasileira. “Com a implementação desse plano de trabalho, o Brasil vai entrar para esse restrito grupo e vai desenvolver atividades de pesquisa em áreas estratégicas”, completou.

Outro contrato firmado tem como objetivo a produção e o lançamento de um satélite geoestacionário, em trabalho feito em conjunto entre a empresa brasileira Visione e a francesa Thales Alenia. A companhia Sanofi Pasteur, também da França, assinou parceria com a Fundação Oswaldo Cruz para auxiliar no desenvolvimento de uma vacina heptavalente injetável.

Dilma ainda lembrou que a França é um dos principais destinos dos participantes do programa Ciência Sem Fronteiras. O país é o terceiro mais visitado, tendo sido escolhido por 4,8 mil bolsistas brasileiros, principalmente estudantes de engenharia. Durante o encontro, vários outros acordos foram assinados, totalizando dez.

O motivo da visita do Presidente francês foi a tentativa de estreitar laços com o país, para atrair empresas, e fazer lobby para a venda de aviões caças ao Brasil. Dilma também foi política nesse sentido e reiterou o “interesse do Brasil no avanço das negociações Mercosul-União Europeia com vistas à obtenção de um acordo mutuamente vantajoso”

Curiosidades na  internet